Yes or No: uma estória de amor que transcende gêneros e rótulos

Featured Post - HashiPOP - YES or NOQuando gêneros ou rótulos são insuficientes para “classificar” um amor sincero e legítimo.

Yes or No (em bom português, SIM ou NÃO) é um filme tailandês lançado em 16 de Dezembro de 2010 dirigido por Sarasawadee Wongsompetch e estrelado por Sucharat “Aom” Manaying e Supanart “Tina” Jitalleela.

Yes or No é a história de Pie (Aom Manaying), uma menina doce que muda de dormitório na universidade e descobre que sua nova colega de quarto, Kim (Tina Jitalleela), é uma tomboy. Conforme a amizade de ambas se desenvolve, Pie e Kim começam a questionar se o sentimento mútuo é apenas uma amizade comum ou o começo de um amor verdadeiro.

Fonte: Wikipédia

Pie & Kim

Nem tudo foi sempre flores para o casal Pie & Kim.

Nem tudo são flores em Yes or No, e como muitos casais e amores por aí, este é um dos que segue o padrão em começar ao contrário: por estranhamento e “briga”.

Logo de início, somos apresentados a uma das protagonistas, Pie, feliz por finalmente ter conseguido abandonar sua amiga e antiga colega de quarto, Jane, conhecida por ser uma Dii (namorada de uma Tomboy). A felicidade de Pie cai por terra ao passo em que somos apresentados à outra protagonista, Kim, que ao menos VISUALMENTE se parecia bastante com uma Tomboy.

Featured MIDDLE Post - YES or NO

Olhe pra você, que parte de você se parece minimamente com a de uma garota normal?

Pie, sobre Kim.

Apesar de não fazer o tipo vilã ou mesmo parecer ser totalmente intencional (e sim, mais uma falha de caráter e/ou educação), Pie é o que claramente poderíamos classificar como uma mistura de “patricinha mimada”, com uma pitada de preconceito.

A simples idéia de ter que conviver com pessoas que fossem simpatizantes ou mesmo adeptas de relacionamentos homossexuais (especificamente neste caso, lésbico) a desagradava de tal forma que a fez cogitar mudar de dormitório por mais de duas vezes.

Mesmo que ela não fosse admitir, ter sido impedida de trocar mais uma vez de dormitório acaba sendo algo, no mínimo, esclarecedor para Pie que só assim se vê obrigada à enfrentar (ao invés de julgar e correr) alguma situação (ou neste caso, sentimentos) que à princípio lhe desagradavam. Por fim, a convivência vai fazendo com que aos poucos (e sem que ela nem mesmo notasse) um certo “carinho” vá se desenvolvendo provocando por vezes até mesmo ciúmes, mesmo que ela evidentemente tentasse disfarçar ou se fazer de desinteressada.

[confira nossa página no facebook]

Como todo relacionado nunca será bom o suficiente sem dilemas ou mesmo triângulos (e até, quartetos… rsrs) amorosos, Pie se vê presa em um turbilhão de sentimentos: o crescente e inexplicável “carinho” que sente por Kim, os ciúmes não-declarados que sente ao vê-la sendo incessantemente flertada por Jane e, ainda ter que lidar com um rapaz ” daqueles que sua família adoraria que você casasse com”  chamado P’Van, que o que tem de (aparentemente) bom rapaz, tem de insistente e chato.

Contudo, essas são apenas algumas das barreiras que Pie tem de enfrentar se quiser realmente ficar com Kim, que em determinado momento e com total razão, toma a acertada atitude de se posicionar e cobrar também um posicionamento de Pie em relação ao que são e ao que sentem.

Terá ela coragem de assumir publicamente o que sente por Kim? Conseguirá enfrentar o preconceito dos demais, de si e também de sua família e lutar pelo que REALMENTE quer?

Não se esqueçam de deixar aí nos comentários o que acharam, caso assistam ok!?

Anúncios

2 Respostas para “Yes or No: uma estória de amor que transcende gêneros e rótulos

  1. Gostei do filme. A sonoridade do idioma irrita, confesso! Mas a estória é tão envolvente, singela que supera este incômodo.

    • Verdade, Lú.

      À primeira vista, o idioma diferente assusta mesmo. É estranho!

      Mas a partir do momento que você mergulha na estória, quase dá pra esquecer isto e aproveitar todo o resto, certo!? ^^

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s